30 setembro, 2009

The Moody Blues - Live At The Isle of Wight Festival 1970 [DVD5]






Tracklist:
01. Threshold Of A Dream
02. Return To The Island
03. Isle Of Wight Pop Festival 1970
04. Tear Down The Fences
05. Early Beginnings: Bo Diddley
06. The Mellotron
07. Psychedelia And Change
08. Introduction To The Concert
09. Gypsy
10. Tuesday Afternoon
11. Never Comes The Day
12. Tortoise And The Hare
13. Questions
14. The Sunset
15. Melancholy Man
16. Nights In White Satin
17. Legend Of A WindDream
18. Encore:Ride Me See Saw
19. Reflections
20. Late Lament

Year Release: 2009
Quality: DVD9
Format: DVD Video
Video codec: MPEG2
Audio codec: DTS
Video: 720x480, NTSC, 29.970 fps, 4411 Kbps, 16/9
Audio: 1. DTS, 768 Kbps, 6 channels, 48.0 KHz, 24 bits 2. Dolby Digital 5.1 Surround, AC3, 6chanel, 448 kbs 3. Dolby Digital 5.1 Surround, AC3, 2chanel, 448 kbs
Time Lenght: 01:18:50

600.000 pessoas, uma ilha e The Moody Blues Woodstock é o nome que a maioria das pessoas se lembra carinhosamente como uma diversão, três dias de festa de paz, amor e música no Verão de'69. Naturalmente, a maioria dos que se lembra Woodstock ... não eram lá como o velho ditado. Mas Woodstock da presença de 400000 foi soprado para fora da água um ano mais tarde em 50% quando a 3. Isle of Wight Festival trouxe em um registro + 600.000 pessoas a ouvir gosta de Hendrix (a sua última performance Reino Unido antes de sua morte), A Doors, The Who, ELP, Procul Harum, Supertramp, Miles Davis, Chicago, e muitas outras bandas mais de uma semana concerto evento. Uma das grandes bandas com uma batida álbum sob a sua cintura foi Birmingham, England's The Moody Blues. O quinteto é ouvido aqui no Live at the Isle of Wight Festival 1970 realizando 14 músicas, algumas que não foram ainda bem conhecido na altura, excepto morrer-Hards. Por quê? Porque a Moody Blues foram mais experimentais e artísticas da época. Tal como Led Zeppelin, a banda era mais centrada na sua música como um todo e não em um único corte. Portanto, a maior parte do seu conjunto incluía canções que não estavam presentes no Top 40 de rádio, mas seu álbum 4 lançamentos [naquele momento], tal como em muitos anos, estavam transformando a banda em superestrelas. A banda estava a excursionar por uma questão de equilíbrio, quando jogou na pequena ilha ao largo da costa da Inglaterra. O line-up consistia de John Lodge (baixo), Justin Hayward (chumbo vocais / guitarra), Michael Pinder (teclados / Mellotron), Graeme Edge (bateria) e Ray Thomas (vocal / flauta). O CD vem com um bom livro, vestida de flor decoração, dando uma linda história da banda e alguns insights sobre sua participação no festival. Eles começam a definir com "Gypsy" antes de equitação off em "O sol", seguido pelo amplamente popular "ter. Tarde", que recebe uma grande rodada de aplausos. (Curiosamente, esta gravação faz soar como a banda está a tocar antes de uma audiência de 6000, em vez de 600000.) Algumas músicas depois, o brincando "Tartaruga e os Hare" vem galopante fora do palco. A canção tem algumas lacunas com as harmonias vocais. Se calhar é devido à dificuldade da música, propriamente dita. Eventualmente ela poderia ser devido ao fato que a maioria dos equipamentos de som da época não era tão elevado de qualidade como é hoje. Se uma banda em palco monitores não estão à altura rapé, é fácil de saia-chave ou desligar batida. "Pergunta" vem acelerando em seguida. Torna-se evidente que a banda havia começado variating do estúdio versões das suas canções e acrescentando poucas mudanças aqui e ali, o que é ótimo por mim. Se eu queria ouvir um concerto com todas as músicas exatamente da forma como ela está em um estúdio, eu ia guardar o meu dinheiro e só ficar em casa com o álbum. "O Sonho" segue uma jovem de músicas mais tarde, em seguida, a 8 minutos em flutuadores longo, dois-parte "Você já ouviu falar" antes do agora-legendário "Noites em White Satin" faz a sua aparência, poderoso e majestoso. Tema 13 é "uma lenda da Mente", o estranho e ligeiramente psicadélica hino à Timothy Leary. Estou certo de que a multidão a partir de 1970 foi realmente tropeçar na melodia. Finalmente, "Ride My See Saw" - uma canção que eu tenho sempre gostou de ouvir sobre a versão estúdio e ainda têm de ouvir uma versão decente do que viver. Isso inclui o par de vezes eu tenho realmente visto a banda ao vivo e em pessoa. Por qualquer razão, o fundo vocais são mais uma vez ausente. Ao longo de partes da ponte que conduz ao violão solo, os vocais quase desaparecer, como se os cantores ou os microfones não apenas a banda não podia acertar as notas no ritmo que estavam a jogar e só confusa seu caminho através dela. Musicalmente soa grande. Vocalmente, ele apenas fica aquém. Ainda assim, em geral, o disco é um bom olhar para trás na história coletiva. Eu recomendo para os fãs, e se você for um amante de música e concertos ao vivo que pretendem familiarizar-se com The Moody Blues, Live at the Isle of Wight Festival 1970 não é má opção para ligar e ajustar para fora com.
info/lista para download:

30 arquivos: - 195,15mb
01 arquivo: - 185,07mb

[31 arquivos no total]
[tamanho: 5.9150GB .RAR]

Host: rapidshare

*lista:
Host: relink

Relink.us - Protected Links
http://www.relink.us/f/0e8e348e2f801ee9dfb6e77564285f

2 comentários:

Rocco disse...

Excelente recital.
Gracias por tan buenos aportes!!!
Saludos.

AndeSar disse...

Olá Parceiro da Rádio - WULP

Comunico o nosso novo IP da Rádio Web Underground Lágrima Psicodélica!!!
http://174.36.22.86:8974/


Mudar as seguintes linhas no player...


De: "http://stream2.onhost.com.br:8866/"
Para: "http://174.36.22.86:8974/"

Muito Obrigado
Abraços Equipe Lágrima